18/12/2016

[RESENHA] Kekkai Sensen



Animais, vampiros, zumbis, extraterrestres, humanos. Imaginem todos esses seres vivendo juntos, na cidade mais famosa do mundo. New York é o palco onde essa história acontece. em 12 episódios (em uma produção conturbada), Kekkai Senses é do mesmo autor de Trigun e nos traz personagens enloquecidos, inesquecíveis, e uma boa dose de pancadaria.

23/04/2016

[RESENHA] Tokyo Ghoul A



Eis que chegamos a segunda temporada de Tokyo Ghoul. Se na primeira temos todo a história correndo em torno de Kaneki, nesta temporada ele é deixado de lado um pouco. Ou melhor, a história não é contada do ponto de vista dele. Já adianto que o fansub pelo qual assisti a serie avisou que o anime seguiria uma linha diferente do mangá. Como ainda não li o mangá (estou acompanhando a publicação da Panini), vou me ater aos acontecimentos do anime.

17/04/2016

[RESENHA] Cross Ange: Tenshi to Ryuu no Rondo


 
Cross Ange é um anime original do estúdio Sunrise. São 25 episódios que contam a saga de Ange, uma princesa de um reino na Terra que foi traída por seu irmão mais velho e exposta ao mundo por uma fraqueza que possuía. Esta fraqueza, a falta de controle de mana, ou magia, é considerada uma heresia no mundo e todas as pessoas assim são excluídas da sociedade. Tudo no mundo é controlado por mana, os humanos já nascem com esta capacidade e por este motivo, a humanidade evoluiu muito, não havendo fome ou pobreza. Agora, Ange lutará para colocar o mundo como é conhecido de cabeça para baixo, e para isso ela usará unidades robóticas de combate numa guerra que pode mudar o mundo e as pessoas.

16/04/2016

VENDA DE MANGÁS

Coleção Residente Evil R$ 50,00 (frete incluso)
Coleção DNA² R$ 50,00 (frete incluso)
Coleção Enigma R$ 50,00 (frete incluso)
Coleção InuNeko R$ 10,00 (frete incluso)

Na compra de uma coleção completa, vai de brinde 1 mangá a escolha Assassination Classroom 11, Kuroko no Basket 21, ou Reborn 10 (todos lacrados)

Para mais detalhes envie-me um email, ou chama no skype: cahdal@outlook.com
Sou de Itajubá, sul de MG.





12/04/2016

[RESENHA] Boku dake ga inai machi (ERASED)



"Uma cidade em que apenas eu não existo". Um anime diferente em meio a tantas produções genéricas dos últimos tempos. O anime tem 12 episódios e foi transmitido entre Janeiro e e Março de 2016, tendo o fim culminado juntamente com o fim do mangá. (este possui 7 volumes encadernados).

A história é sobre Fujinuma, um mangaká falido que trabalha em uma pizzaria delivery. Às vezes, em situação de perigo, ele é capaz de voltar alguns minutos no tempo e evitar que algum acidente ocorra.  Depois que um fato muito chocante acontece em sua vida, Fujinuma acaba voltando muito no tempo, quando ainda era criança. Um pouco confuso com a situação, ele agora vai lutar para tentar impedir que um assassino em série mate seus colegas de classe.

10/04/2016

ESCLARECIMENTOS 2016

 

Olá visitantes!

Finalmente voltarei a escrever no blog. Os últimos tempos foram muito difíceis com a questão da graduação e tudo mais, mas agora estou estabelecido novamente. Com isso quero dizer que as resenhas voltaram, espero que um pouco mais profundas e maduras (o curso de letras tem que ter servido para alguma coisa).

Continuarei a escrever os texto como uma pessoa que gosta de assistir animes, ler mangás e não quero com isso estabelecer padrões de análises ou até mesmo se colocar sobre as pessoas que produzem as obras. Os textos serão apenas sobre se gostei ou não e porquê. Quero que vocês entrem aqui e , ao ler os textos, tenham a curiosidade de assistir pelo menos o primeiro episódio da série que eu estiver falando. 

Quero fazer mudanças visuais no blog, para marcar essa nova fase da minha vida e do projeto também. Acho que esse site será uma das poucas coisas que manterei na internet, junto com o Twitter. Enfim, é isso. Pra essa semana que segue eu ja deverei trazer algum texto novo. Sobre o layout ainda vou pensar na melhor forma.

Obrigado,
Cássio

29/09/2015

[RESENHA] Prison School



Prison School (ou Kangoku Gakuen) 'e uma serie de anime de 12 episódios produzida pelo estúdio Staff e transmitida na temporada do verão japonês (entre julho e setembro). A serie 'e baseada no manga de mesmo nome criado por Akira Hiramoto e que tem despontado em vendas e alcançando fama no Japão, figurando entre os mangas mais vendidos de 2014.

26/04/2015

A Editora JBC quer o seu dinheiro


Hoje não estou aqui para falar dos animes da temporada. Venho pra falar do mercado brasileiro de mangás. Não vi ninguém comentando sobre isso e estou um pouco incomodado com a situação. Não vou me alongar muito na discussão, mas quero deixar uma pulguinha aqui para vocês se coçarem por algum tempo.

A Editora JBC comemora 20 anos de publicação de mangás neste ano.  Para comemorar resolveu deslanchar nas bancas neste ano de 2015.  Uma avalanche de mangás está chegando. A questão é: até onde uma editora pode ir pra agradar o público?

Não sei se todos os leitores deste blog estão a par da situação econômica de nosso país. Mas acontece que o dólar está lá em cima (chegou a cotar mais de 3 reais depois de quase 10 anos). O que quero discutir aqui é até onde esta quantidade de mangás cabe no nosso bolso.


Há muito tempo não tenho colecionado várias coleções de mangás e o motivo é muito simples: Mangá não enche minha barriga. Comparada a Editora Panini, a Editora JBC sempre foi conhecida por ter um preço mais elevado que a principal concorrente. 

Não quero com isso menosprezar a qualidade de nenhuma, pelo contrário. Sei que o mercado está aquecido com diversas publicações e com gêneros diversos para atender vários públicos. JBC e Panini, além das outras editoras, estão empenhadas em diversificar um mercado que, na minha opinião, já está mais do que consolidado no Brasil.


Agora o que não entendo é como, numa época de crise, as editoras insistem em lançar tantos títulos no mercado, com mangás com um preço um pouco mais elevado. OK, que é um ano especial para JBC, mas ela bem que poderia ter maneirado nessas publicações. Assim não há dinheiro que renda. Espero que ela não se arrependa de lançar tantos mangás e ninguém comprar. 

19/04/2015

[COMENTÁRIOS] Temporada de Primavera 2015 PARTE 1

AH, a primavera! Tempos de flores, de sol, de temperaturas que começam a se elevar, daquele restinho de frio que está indo embora. Mas espera! Isso lá no hemisfério norte, né? Porque aqui no Brasil o inverno está chegando. De qualquer forma, acho que todo mundo já sabe disso, é só mesmo uma maneira mais fácil de se situar em relação à temporada de animes.

Essa temporada, assim, como a de outono, costuma ser uma das mais badaladas em relação à estreia de animes. Esta não poderia ser diferente. A expectativa por trás das estreias são grandes, e trazem animes para todos os gostos. Escolhi um monte de anime pra assistir e o pior, ou melhor, é que to gostando de quase todos. Desse jeito não vai sobrar tempo pra fazer outra coisa. Mas que vai ter pelo menos um diferente pra assistir por dia, isso vai ter. 

Confesso que ainda não dei conta de terminar as séries da temporada passada mas o feriadão tá aí pra isso não é mesmo? E quero aproveitar que a universidade está num momento de calmaria. Preciso colocar minha vida otaku em dia. Chega de enrolação e vamos as impressões.

KYOUKAI NO RINNE

 

 

Rinne é mais um anime baseado em mais um mangá de Rumiko Takahashi, e aqui ela parece ter juntado o melhor de dois mundos: a comédia de Ranma e a magia de Inuyasha. A principio, a história parece ser muito genérica, o clima colegial, as aventuras no submundo, shinigamis e tudo mais, mas Rumiko mantém aqui o seu clima oitentista na história, de forma que a história flui bem, sem altos e baixos. Sobre o anime propriamente, não sei o quanto fiel está ao mangá, pois este eu li apenas os primeiros capítulos à época do nascimento (to velho), mas está até muito bem produzido, colorido, como Ranma, mágico como Inuyasha, e as sequência de abertura está demais. Achei o encerramento muito Fairy Tail, o que me desagradou um pouco. A pesar de não ser um sucesso arrebatador, o mangá carrega uma autora consagrada por trás e por isso, o anime garantiu uma primeira (sim, espero que tenha outras) leva de 25 episódios.

Expectativas: ****

TRIAGE X


Um anime com a história baseada nos mesmo criadores de High School of the DEAD. Como acham que podem ser? Peitos? Muito peitos grandes. Armas? Armas destruidoras com um único tiro. E o meu plot favorito: as motos. Sim, lindas garotas atiradoras pilotando incríveis motos. Mas a alegria acaba por aí, pois o anime tem muita censura. a tela fica branca tem horas. A curtição completa será apenas com aversão blu-ray. Em questões técnicas a animação do anime é muito bem feita, a  computação gráfica chega a passar despercebido. O que não me agradou também foi o design dos personagens que se tornaram quase estilizados, poderiam ser mais agressivos, como o do mangá mas nem por isso deixarei de acompanhar  as série, tanto que estou me interessando de comprar o mangá da Panini. (Lembrem-se sempre de incentivar o mercado nacional comprando produtos licenciados quando por aqui lançados)

Expectativas: ****

SHOKUGEKI NO SOUMA




História saída as páginas da Shounen Jump. Mas dessa vez, uma comédia, assim como Nisekoi. Mas para por aí. O conteúdo deste aqui é bem mais ecchi. E quando tem comida no meio, é um prato feito para os fetichistas rss. Com o fim do ensino fundamental muita coisa coisa acontece na vida da gente. A gente começa a formular nossos sonhos pro futuro e com eles, vem a superação dos desafios.  E se você quisesse ser o maior chefe de cozinha do mundo mas seu pai resolve fechar o restaurante da família? Resultado: você é mandado a melhor escola de culinária do mundo (deve ser tipo um ensino técnico rss). A seleção é difícil e só os melhores passam, mas Souma não quer desistir. O anime tem uma comédia que há muito não via em animes, é engraçado, empolgante e ao as cenas ecchis acabam não ficando muito avulsas, caindo num clichê que imaginamos mas que aqui parece ter encontrado seu espaço. A cara das pessoas, principalmente as mulheres quando comem são impagáveis, e é mesmo tudo aquilo que imaginamos de uma pornografia básica dos animes. Mas aqui nada demais é mostrado, a não ser o encerramento que eu achei desnecessário, mas talvez seja um metáfora do corpo, as sensações, a comida, enfim.

Expectativas: ****

Como puderam perceber, não há nenhum anime que tenham expectativas lá em cima, mas são todos de um alto nível, e de puro entretenimento e que imagino guardarem grandes emoções, safadinhas ou não rss.

27/02/2015

[RESENHA] Gokukoku no Brynhldr


Um protagonista homem, muitas mulheres que aparecem em sua vida, uma garota misteriosa. O anime tem um clima estranho no ar, não somente pela abertura apenas instrumental, mas pra quem curte animes faz tempo, percebe que não é estranhos os elementos apresentados. A solução de tal quebra-cabeça é que esta série tem por mesmo autor Elfen Lied. Sim, mais uma obra em mangá de Lynn Okamoto virou anime.